Notas: Usar o @Zettlr com o @Zotero

O Zettlr é um editor de Markdown, software livre e open source, com várias funcionalidades, entre as quais a possibilidade de usar o método para tirar notas Zettelkasten, usado por Niklas Luhmann.

O Zotero é um sistema de gestão bibliográfica, também ele software livre e open source.

Já tinha o Zotero (com os conectores para o Firefox e LibreOffice) e o Zettlr instalados. Estou a usar Kubuntu, mas ambos os programas também têm versões para MacOS e Windows.

É preciso instalar o Pandoc (que já usava, sendo uma ferramenta extraordinária para converter ficheiros) que também existe para vários sistemas operativos. É suposto a instalação conter também o pacote pandoc-citeproc.

Depois é preciso instalar o plugin para o Zotero, BetterBibTex (download do ficheiro xpi, abrir o Zotero, Tools -> Add-ons -> Clicar nos settings no canto superior direito -> Install add-on from file -> seleccionar o ficheiro que descarregámos e seguir as indicações seguintes).

No passo seguinte, é necessário exportar a biblioteca do Zotero (File -> export library) e escolher as opções seguintes (Better CSL JSON e seleccionar o Keep updated):

Convém não duplicarem o ficheiro resultante. Para verificarem o resultado, no Zotero, clicar em Edit -> preferences -> Better BibTeX -> Automatic Export

Depois, é necessário abrir o Zettlr, Preferences -> Export e escolher o ficheiro no campo Citation Database. Se preferirem usar um estilo de citação diferente do usado por omissão (APA), podem ir ao repositório do Zotero, descarregar o estilo que preferirem e adicioná-lo no campo CSL-Style. Por fim, clicar em Save.

A partir de agora podem citar as vossas referências do Zotero no Zettlr directamente. Para isso basta começarem a escrever @ para aparecer a lista de referências:

Há vários formatos e opções de citação (autor, autor e páginas, vários autores, como podem ver na imagem). No manual do Pandoc, há mais exemplos. No Zettlr, clicando no clip em cima à direita podemos ver uma barra que mostra as citações e os anexos ao texto, se os tivermos colocado.

Temos também várias opções para exportar o texto.

Escolhendo a opção LibreOffice, ficamos com o seguinte resultado (a bibliografia é adicionada automaticamente):

Para mais informação, mas em Inglês, consultar a documentação do Zettlr sobre citações.

Software Livre para Teletrabalho e Ensino à Distância

A ANSOL e a Comunidade Ubuntu Portugal criaram uma lista de software livre que pode ser usado, quer para teletrabalho, quer para ensino à distância.

A lista encontra-se neste link e quem quiser contribuir com mais sugestões pode fazê-lo no GitLab.

#RecursosLivres eBooks: Projecto Adamastor @ProjAdamastor

O Projecto Adamastor é uma biblioteca digital de obras em Português e em domínio público. A equipa do projecto faz uma revisão cuidada, actualizando a ortografia das obras. Os livros digitais são disponibilizados em vários formatos. O site conta ainda com vários recursos sobre livros e literatura. Sendo um trabalho voluntário, o projecto aceita colaboradores.

screenshot do site Projecto Adamastor

#RecursosLivres Notas: Simplenote

Screenshot da aplicação de notas

A aplicação de notas Simplenote permite criar texto, incluindo em Markdown, fixar notas no topo, e usar etiquetas (tags). Tem um sistema de versões, que possibilita ver e restaurar alterações feitas no passado, mostra o número de caracteres e palavras numa dada nota, e permite ainda colaborar com outras pessoas num mesmo texto.

A Simplenote, licenciada com a GNU General Public License v2.0, está disponível para vários dispositivos (iOS, Android, Mac, Windows, Linux), assim como na Web, permitindo a sincronização das notas.

Imagem que mostra onde de adicionam colaboradores

Tipo de Letra: Josefin #RecursosLivres

Dois tipos de letra, com licenças que permitem aos utilizadores fazer o download, instalar, e usar.

Screenshot do tipo de letra

Obrigada à @aiscarvalho pela dica.