Document Freedom Day (Dia dos Documentos Livres)

Recentemente enviaram-me um docx. Eu não tenho o Microsoft Office. Nem quero comprar o Microsoft Office. Apesar de escrever muito no computador (é talvez a grande parte do meu trabalho), é raro usar um office: são programas pesados e péssimos para trabalhar com enormes quantidades de texto e imagens.

Mas muito de vez em quando recebo um ou outro documento para preencher. Foi o caso. Experimentei várias aplicações (no computador e na web) para abrir o tal documento docx e em nenhuma o consegui abrir como deve ser. Preenchi o que consegui e devolvi o documento completamente desformatado dizendo que se quisessem melhor que mo mandassem num formato que eu conseguisse abrir convenientemente.

Há 10, 20 anos atrás teríamos alguma paciência para perder horas de trabalho a responder às pessoas e a tentar fazer com que o documento feito na versão x do programa y funcionasse na versão z do mesmo programa. Com a tecnologia de hoje, não há desculpa nem paciência para a casmurrice de quem insiste em vender formatos de documentos fechados.

A não utilização de formatos abertos tem outros problemas, quiçá mais graves: é extremamente difícil preservá-los e/ou trabalhá-los no futuro. Ainda recentemente, numa conferência em Lisboa, Melissa Terras falava dos problemas que o projecto Transcribe Bentham teve com um conjunto de documentos que já tinham sido transcritos há uns anos, mas que estavam em… formato doc!

É por estas razões que amanhã irei celebrar o Dia dos Documentos Livres. Sendo um dia da semana, não haverá uma festa muito grande, mas a ANSOL sugeriu (como faz todos os anos) que as pessoas que o quisessem se juntassem num jantar no:

La Rúcula - Ristaurante Italiano
Rossio dos Olivais
Parque das Nações
1990-231 Lisboa

Quem quiser aparecer, será bem-vindo. É amanhã, dia 28 de Março, às 20h.

5 thoughts on “Document Freedom Day (Dia dos Documentos Livres)

  1. Sérgio says:

    Cara Paula,
    Acho que se deverá informar melhor…
    Então a senhora não sabe que o OXML é um formato aberto? Aceito que não goste da Microsoft, mas haja paciência para este tipo de atitudes!
    Fundamentalismos não por favor!!!

    Like

  2. Caro Sérgio,
    Se o OOXML fosse realmente um formato aberto eu não teria tido nenhum problema em conseguir abri-lo noutro programa que não o Microsoft Office.

    Já agora, nunca tive problemas em abrir documentos em formato odf, que é um formato aberto.

    Mas o sr Sérgio não se preocupe, nesta casa sabemos muito bem como é que decorreu o processo de aprovação do OOXML: https://paulasimoesblog.wordpress.com/2008/04/07/comentario-a-um-comentario-sobre-o-msooxml/

    Mais?: https://paulasimoesblog.wordpress.com/?s=ooxml

    É isto um formato aberto? É isto um processo de análise e aprovação rigoroso?

    Já agora, aqui há tempos ouvi que a Microsoft tinha deixado de ter pessoas a percorrerem os blogs para fazerem FUD. Já voltaram a ter?

    Para os bloggers que me lêem: alento, não se deixem abater pela invasão de tédio e aborrecimento. Suspeito que possamos vir a ter festa outra vez😀

    Like

  3. Sérgio says:

    Cara Paula,
    Então agora o problema de não aceder ao documento é problema do formato?
    Não será por acaso devido a problemas de implementação?
    Já percebi que a Paula é uma fundamentalista e como tal termino aqui os meus comentários pois já vi que não vale apena ter uma discussão consigo.
    Tenho pena…
    Já agora, não são apenas as pessoas da Microsoft que se interessam por estes temas…

    Like

  4. marcosmarado says:

    Sérgio, o problema não é de implementação mas sim de implementabilidade. É esse, aliás, o defeito do OOXML: como não é um formato aberto, não há uma especificação completa disponível, pelo que é impossível a alguém que não o dono do formato, neste caso a Microsoft, implementar o referido formato. Formato esse que, já agora, nunca foi implementado, nem pela própria Microsoft…

    Like

  5. Caro Sérgio
    Acho que se o formato fosse “devidamente” aberto, especificado, não estaria implementado noutras soluções de escritório?
    Aliás, agradecia que me explicasse como é que o posso usar em MS Office ou em qualquer outra solução!
    Se nem sequer foi implementado, para que serve? Está afinal a defender o que? Para que é que realmente foi projectado?
    Talvez eu saiba todas estas respostas, mas não quero “ferir susceptibilidades”, mas posso deixar a minha opinião pessoal quanto à minha ultima pergunta: foi apenas projectado para combater o ODF, esse sim, um formato aberto e actualmente standard.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s