Nova dose

Sábado, depois de almoço. Um frio de rachar. Tinha recebido um telefonema a dizer que já tinha uma dose. O fornecedor tinha levado um mês para arranjar esta. Chegámos ao local combinado, vimos as bancas. Tudo em saldos. Não vimos o fornecedor. Telefono. Que está a acabar o café, que não demora. Chega de pasta azul. Dirige-se para um prédio ali perto, com andaimes e num canto escondido abre a pasta de onde tira a dose que me dá para eu confirmar. Pagamento efectuado e podemos deliciar-nos com sete vampiros:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s