Um blog sobre livros, "ebooks", bibliotecas, alfarrabistas e livrarias

Porém, em todos os casos, é o leitor que lê o sentido; é o leitor que reconhece a um objecto, lugar ou acontecimento uma possível legibilidade ou lha concede; é o leitor que tem de atribuir significação a um sistema de signos e em seguida decifrá-lo. Todos nos lemos a nós próprios e ao mundo à nossa volta para vislumbrarmos o que somos e onde estamos. Lemos para compreender ou para começar a compreender. Não podemos deixar de ler. Ler, quase tanto como respirar, é uma das nossas funções vitais. [1]

Não sou bibliotecária, nem escritora, nem livreira, nem editora, nem crítica literária. Se aqui me defino pela negativa é tão só para alertar o leitor incauto que não espere deste blog a expertise de tais profissionais dos livros. Sou apenas uma leitora – “compulsiva”, “devoradora de livros”, como já outros me definiram – que ama a leitura e os livros. E que por causa deste grande gosto tem necessidade de falar sobre ele. Mas também sobre as bibliotecas, sobre as livrarias, feiras e alfarrabistas e tudo o mais que se possa relacionar com os livros.
Por isto, aqui se inicia um espaço para falar deles.

[1] Manguel, Alberto. (1999). Uma História da Leitura. Lisboa: Presença.

One thought on “Um blog sobre livros, "ebooks", bibliotecas, alfarrabistas e livrarias

  1. Cara Paula SimõesVisitei hoje os seus dois blogues. Já deixei um comentário no outro, vou fazer o mesmo neste, não por obrigação de amabilidade, mas sim porque me deu prazer a visita, ou seja, a leitura das suas confidências no que concerne ao prazer da leitura e do encontro de livros de que gosta, a descoberta de Agatha Cristie, dos livros policiais de Ross Pynn (que, na realidade, era o português Roussado Pinto, editor e argumentista de BD). Sensibilizou-me a sua sinceridade a contar as peripécias da compra de estantes, sorri com a descrição do difícil transporte para casa, feito pela Paula pelo Marcos, de comboio e a pé, admirei o humor inteligente do seu comentário final "os corpos juraram para nunca mais, mas não tenho a certeza de que o cérebro o cumpra"-Gostei de conhecer o casal Paula Simões/Marcos Torres, constato o elevado nível pessoal e cultural da Paula, bem patente nos "posts" dos seus dois blogues.Abraço para si e para o Marcos.Geraldes Lino

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s