MAPiNET no Público de hoje ou onde está o outro lado?

Diz o Público, hoje na página 12,

O Movimento Cívico Antipirataria na Internet (MAPiNET), formado recentemente por representantes do sector musical e audiovisual, critica a ausência de meios em Portugal para o combate à pirataria e entrega esta tarde, ao primeiro-ministro e aos grupos parlamentares, um manifesto em que defende a criação de novas medidas para evitar a descarga de ficheiros ilegais.

Não. O MAPiNET não defende a criação de medidas novas. O MAPiNET defende medidas já criadas e outras, que criadas, pretende remover, nomeadamente a aprovação do pacote Telecom e a anulação da emenda 138, emenda esta que garante o respeito pela privacidade dos cidadãos, como se pode confirmar pela notícia no site.

Nomeadamente que, na reunião do Conselho de Ministros Europeus a ter lugar a 27 de Novembro 2008, em Bruxelas, seja encontrada uma resolução comum de todos os estados membros, aprovação do pacote Telecom e no indeferimento da emenda 138.

É pena que a notícia no Público não apareça, bem como não dê para comentar (apesar de ter lá o link para comentários).

Eu gostaria de perguntar se o Público leu bem o Pacote Telecom e a emenda 138 e se percebeu bem o que este movimento quer. Gostaria ainda de perguntar se a notícia é um movimento de agentes comerciais a exigirem medidas de combate à pirataria ou se é um movimento de agentes comerciais a exigirem que o Governo concorde com medidas de vigilância, que neutralizam o direito fundamental do cidadão à sua privacidade, e permita a condenação dos utilizadores, sem provas e sem ser por um tribunal.

Combater a pirataria ou retirar direitos fundamentais aos cidadãos?

Qual destas notícias terá o maior valor-notícia?

Eu gostava que esta notícia tivesse sido bem construída. Não é preciso haver pessoas para falar pelo outro lado, bastava ler e pensar um bocadinho no que está em causa, de forma a não fazer passar a imagem de que estes agentes comerciais são uns coitadinhos que não querem fazer mal a ninguém.

11 thoughts on “MAPiNET no Público de hoje ou onde está o outro lado?

  1. Luis Gonçalves says:

    “Não. O MAPiNET não defende a criação de medidas novas. O MAPiNET defende medidas já criadas e outras, que criadas, pretende remover, nomeadamente a aprovação do pacote Telecom e a anulação da emenda 138, emenda esta que garante o respeito pela privacidade dos cidadãos, como se pode confirmar pela notícia no site.”…..Ao contrário do que afirma, o MaPiNet pretender manter empresas a funcionar, criar e manter postos de trabalho e acima de tudo que os conteudos sejam pagos. No seu caso, você trabalha à borla?

    Like

  2. @Luís Gonçalves
    E porque não começarem a repartir justamente os lucros com os artistas, antes disso? E depois começarem a acordar para o mundo que vos rodeia e começar a perceber que há muito dinheiro a fazer com comércio justo.

    Like

  3. anonimo says:

    Caro Luís,

    E que tal responder a este artigo:

    https://paulasimoesblog.wordpress.com/2008/11/26/o-crime-das-editoras/#comments

    ? Querem vender e depois metem-se a restringir à parva e acabam por vender menos :p No caso apontado, aparentemente, até contra o que a própria lei diz.

    Já agora, é bom que se mantenham empresas a funcionar, especialmente as empresas dos AUTORES… a distribuição de riqueza é muito mais justa dessa maneira😉 Não concorda?

    Há dois tipos de autores:
    A) os que não querem que as suas produções sejam copiadas sem a autorização dos mesmos
    B) os autores que querem que as suas produções sejam copiadas e distribuídas para que venham a vender mais CDs ou outros meios. Exemplos já não faltam!

    No caso (A) compreendo a sua preocupação. Contudo, O MAPiNET não deve exigir de forma alguma a perda de direitos dos cidadãos, nomeadamente a presunção de inocência até prova em tribunal em contrário.

    Like

  4. Jose Fraguas says:

    Eu também queria ouvir o outro lado. Mas não era aqui, era em Tribunal. Ouvi-los a defenderem o direito de puderem sacar aquilo que não lhes pertencem.

    O MAPINET quer é resolver o problema da pirataria, com ou sem emenda 138

    Like

  5. Não, meu caro, o MAPiNET não quer resolver o problema da pirataria com ou sem.
    O MAPiNET quer retirar a qualquer custo a emenda 138. Ora veja,

    “Agora teremos que aguardar pela votação do Concelho de Ministros da Cultura que hoje decidirá, esperam todos os que destas industrias culturais dependem, pela não aprovação da emenda 138 do Pacote Telecom.”

    Pode conferir aqui

    Like

  6. O MAPINET quer é resolver o problema da pirataria, com ou sem emenda 138

    Se o MAPiNET quisesse resolver o problema da pirataria com ou sem emenda 138, então não deixava explícito, como deixou, que queria a “não aprovação da emenda 138 do Pacote Telecom” (ver aqui). Graças a isso perde apoiantes e ganha inimizades: ninguém gosta de ver um “movimento” a atentar aos seus direitos.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s