Konqueror: o browser poderoso

Recentemente consegui ter o meu desktop preferido a funcionar no meu computador (que fará um post próprio em breve) e com ele tenho como browser (internet e file-manager) o Konqueror.

Experimentei vários file-managers durante a minha vida (explorer; finder, dolphin, nautilus) e nenhum se compara ao Konqueror.

O que é que o Konqueror tem? Tem funcionalidades preciosas:

  • quando clico num ficheiro ou pasta e arrasto para outra localização, ele pergunta-me se quero copiar, mover, linkar ou cancelar
  • com o botão direito do rato posso clicar em cima de um ficheiro ou pasta e dizer-lhe para copiar ou mover para outra pasta sem ter de abrir essa pasta-destino
  • com o botão direito do rato posso clicar em cima de uma imagem e convertê-la para outros formatos sem ter de a abrir:

KIM

  • posso ainda mudar-lhe o tamanho, sem ter de a abrir:

KIM features

  • ou ainda fazer um filme ou uma galeria de imagens

gallery

  • posso adicionar texto ou moldura a partir do clic com o botão direito do rato:

texto

  • Se clicar com o botão do rato em cima de um pdf tenho um menu de conversão para outros formatos, bem como possibilidade de extrair imagens, separar ou juntar pdfs

pdf-konq

  • Não preciso de instalar um cliente ftp, basta-me escrever ftp://servidor na barra de endereço para aceder facilmente ao servidor em questão
  • Se estiver a ver um site, posso dizer-lhe para abrir o mesmo site noutro browser qualquer que eu tenha instalado, sem ter de ir abrir esse mesmo browser
  • quando coloco um audio cd e o faço abrir numa janela do konqueror ele mostra-me várias pastas nomeadas com ogg, mp3, wav, etc, basta arrastar a pasta de mp3/ogg/wav para a minha pasta music, na coluna do lado, para ele automaticamente ripar o cd no formato que escolhi

Estas são apenas algumas das coisas que o konqueror faz de forma rápida. Há outras, quiçá mais poderosas. A Free Software Magazine tem um excelente artigo sobre algumas das funcionalidades do konqueror. Três páginas que valem bem a pena ler.

Algumas distribuições de linux trazem algumas destas funcionalidades por omissão. Noutras basta apenas instalar (não é necessário nenhum tipo de configuração) o KIM, para as funcionalidades das imagens e o Konq-pdf, para as funcionalidades do PDF. Algumas distribuições têm plugins nos próprios repositórios.

3 thoughts on “Konqueror: o browser poderoso

  1. Manifest0 says:

    Tenho quase a certeza que o nautilus faz isso tudo, ou quase tudo.

    Eu uso o thunar, que se não estou enganado, é baseado no nautilus. E o Thunar, tem uma coisa que é a possibilidade de definir acções. Basicamente, imagina que tens um script que leva determinados parametros, e dizes para quando clicares na pasta tal, ou num determinado tipo de ficheiro, ele correr esse script. Assim ao clicares com o botão direito do rato sobre as condições que definiste, o script, que é uma acção, aparece no menu.

    Encontrei isto entretanto: http://www.grumz.net/?q=taxonomy/term/2/9
    que basicamente foi o que tentei explicar!🙂

    Eu, por exemplo, defini duas acções:
    1- Quando clicar em ficheiros de videos aparecer uma acção para sacar legendas.
    2- QUando clicar em cima de uma pasta, aparece a acção de montar uma pasta remota como local através de sshfs.

    Consegues fazer isso no konqueror?

    Like

  2. Quando usava Gnome tentei fazer com que o file-manager fizesse algumas destas coisas e tive alguns problemas. Consultei um tópico nas listas de ubuntu, inclusive, que me pareceu complicado e arriscado.

    O meu ponto aqui é que grande parte destas funcionalidades vêm por omissão (copiar ou mover items sem ter de abrir a pasta destino), outras (imagens e pdf), basta instalar um pacote – não preciso de configurar nada.

    Aliás, em última análise, eu suponho que possas configurar tudo em Linux, por isso é que o OS é bom: podes adaptá-lo a ti, em vez de teres de te adaptar ao OS.

    O artigo da FSM parece-me muito bom, mas claro não tem todas as possibilidades.

    Acabei de descobrir que a última versão do Kim permite fazer um screen recording:
    http://bouveyron.free.fr/kim/demo.html

    Like

  3. Manifest0: O Konqueror deixa-te fazer exactamente o mesmo que descreves: aliás, os plugins do kim que conheço são na realidade scripts que definem isso mesmo… Mas, para mim, a coisa boa do Konqueror que é realçado neste post, é que ele foi feito pela Paula: uma utilizadora que – em princípio – não está interessada em fazer scripts, mas que encontra funcionalidades que não vê noutras coisas. Eu próprio quando descobri que o konqueror lia-te cd’s audio mostrando-te uma directoria virtual com o album em vários formatos fiquei maravilhado…

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s