Daqui para Lisboa é um saltinho

De carro, com uma boa conversa, fixa-se-nos o olhar num melro muito preto de bico muito laranja, nesta encosta de meio metro, coberta de relva. Mais adiante, numa outra encosta, de vinhedo, um catraio luta com os ramos munido da sua espada. A meio, confirma-se, a luz altera-se. Surgem montanhas como rochas que, dizem-nos, marca a diferença na geografia do terreno. E é certo, que de ora em diante é tudo mais plano. Mais adiante ainda, é atravessar os túneis com as luzes e as ventoinhas a fazerem lembrar o 2046. Foi um instante. Demasiado curto para absorver todos os pormenores da paisagem. Ficaram estes.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s